dicas para um bolo perfeito!!!

1 - A massa fica especialmente fofa se substituirmos parcialmente manteiga por óleo ou adicionarmos 1 colher de sopa de vinagre à massa. O mesmo vale se substituirmos a metade do leite por água mineral gasosa.

2 – Fôrmas preaquecidas no forno ficam mais fáceis de untar.

3 – O bolo se solta mais fácil depois de assar se colocarmos a fôrma um pouco no congelador depois de untar.

4 – Se furarmos a massa de bolo levedada, amanteigada ou folheada com um garfo antes de assar, ela não forma bolhas.

5 – Nos primeiros 20 minutos não se deve abrir o forno, ou o bolo pode solar.

6 – O bolo cresce especialmente bem se colocarmos no forno um recipiente resistente ao calor com água.

7 – Para ver se o bolo está assado, deve-se introduzir um palito ou garfo na massa. Se saírem limpinhos, o bolo está pronto.

8 – Um bolo nunca deve ser resfriado repentinamente, senão murcha. É melhor deixá-lo no forno desligado e aberto.

9 – Para ver se a umidade da massa está no ponto certo, deve-se observar o seguinte: a massa de bolo levedada não cola nas mãos após descansar. A massa básica cai em pedaços das hastes da batedeira; se ficar presa, está muito consistente. Massa amanteigada tem de estar macia após ser batida; se ficar esfarelada, está muito seca. (Fonte: O Melhor da Sabedoria Popular – Reader´s Digest)

Receitas rapidas!!

Bolo de Maçã de Liquidificador

Ingredientes

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar (usei 1 e 1/2))
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 colher (sopa) de canela em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1 xícara de leite
  • 1 maçã grande, picada (com casca)
  • 3 ovos
  • 1/2 xícara de óleo

Modo de preparo

Bati no liquidificador, os ovos, o óleo, o açúcar. Acrescentei o leite, a maçã e a canela em pó. Bati novamente.
Com o liquidificador ligado, acrescente aos poucos a farinha de trigo, por último o fermento, sempre batendo, se ficar muito pesada (a massa) para bater, coloque mais um pouco de leite, até que bata a massa por completo e fique macia e leve.
Unte uma assadeira (usei uma retangular pequena) com bastante margarina e povilhe açúcar cristal.
Coloque a massa e leve para assar em forno preaquecido até ficar douradinho por fora e enfiando um palito sair limpinho

 

 

 

Bolo de Liquidificador

Ingredientes
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • 1 colher (sopa) de suco de limão
  • 3 ovos
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • Creme de chocolate:
  • 4 gemas
  • 200 g de chocolate meio amargo
  • 1/2 xícara (chá) de água
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de manteiga

Modo de preparo

Aqueça o forno em temperatura alta
Unte com manteiga duas formas de 21 cm de diâmetro
No liquidificador, bata todos os ingredientes até obter uma mistura lisa
Divida-a entre as formas
Leve ao forno por 30 minutos
Retire do forno, deixe amornar e desenforme.

Creme de chocolate:
Bata as gemas e o chocolate picado no liquidificador
Leve a água e o açúcar ao fogo médio, mexendo até dissolvê-lo
Sem mexer, deixe atingir o ponto de fio (coloque um pouco de calda, não muito quente, entre os dedos e afaste-os; deve formar um fio resistente)
Ligue o liquidificador e despeje a calda em fio
Junte a manteiga e bata até obter um creme liso.

Montagem:
Espalhe 1/3 do creme de chocolate sobre um dos bolos
Por cima, ponha o outro bolo
Cubra com o restante do creme
Sirva em temperatura ambiente com cerejas.

 

Bolo de Chocolate de Liquidificador

Ingredientes
  • 1 xícara(s) (chá) de leite morno(a)
  • 3 unidade(s) de ovo
  • 4 colher(es) (sopa) de margarina derretida(s)
  • 2 xícara(s) (chá) de açúcar
  • 1 xícara(s) (chá) de chocolate em pó
  • 2 xícara(s) (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher(es) (sopa) de fermento químico em pó
  • Cobertura:
  • 1 xícara(s) (chá) de açúcar
  • 3 colher(es) (sopa) de amido de milho
  • 5 colher(es) (sopa) de chocolate em pó
  • 1 xícara(s) (chá) de água
  • quanto baste de sal
  • 3 colher(es) (sopa) de margarina
  • 1 colher(es) (chá) de essência de baunilha

Modo de preparo

Massa: Bata bem todos os ingredientes da massa no liqüidificador
Coloque em uma fôrma redonda,untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo
Asse por cerca de 40 minutos em forno médio (180ºC), pré-aquecido

Cobertura: Leve todos os ingredientes ao fogo até engrossar em ponto de brigadeiro
Cubra o bolo em seguida

 

 

 

Bolo Cremoso de Fubá de Liquidificador

 

Ingredientes

  • 4 ovos;
  • 3 xícaras(chá)de adoçante em pó para forno e fogão;
  • 3 colheres(sopa)de margarina;
  • 1 xícara (chá) de fubá;
  • 2 xícaras(chá) de farinha de trigo;
  • 2 xícaras(chá) de leite;
  • 1 colher(sopa) cheia de fermento em pó;
  • 1 xícara(chá) de queijo ralado;
  • Margarina e farinha de trigo para untar e Polvilhar.

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no Liquidificador.
Coloque a massa em uma forma untada e polvilhada e leve ao forno até dourar.

Limpeza do computador!

 

Limpar um notebook é de fundamental importância para a boa manutenção do equipamento, pois o acúmulo de poeira pode riscar componentes ou bloquear as saídas de ar, causando sérios danos por superaquecimento.

Além deste risco, limpar um computador portátil é uma simples questão de higiene. Quem fuma perto do notebook ou toma aquele cafezinho vez ou outra percebe as teclas amareladas. Quem tem um bichinho de estimação também se depara com alguns pelos nada agradáveis entre as teclas. Nenhuma dessas sujeiras é agradável.

Limpar um notebook exige paciência e cuidado. Os componentes são menores e, portanto, mais delicados. A primeira dica que você pode seguir é ler o manual de instruções do seu computador. É certo que nele você vai encontrar o mínimo de instrução neste sentido. No entanto, é claro que você não terá um guia detalhado.

O que usar

Para limpar um notebook, você pode usar um pano macio que não solte fiapos, cotonete, pincel fino de cerdas macias, água e lata de ar comprimido. Há também miniaspiradores que você encontra em sites de compras e lojas especializadas.

O que não usar

Não use produtos de limpeza como aqueles multiuso ou qualquer abrasivo. Não use panos duros que riscam e que soltam fiapos. Caso você utilize limpadores especiais, não os aplique diretamente no notebook. Aplique-os sobre um pano primeiro.

Faça a limpeza

Desligue o notebook da tomada e, de preferência, remova a bateria. Vamos dividir seu computador em quatro partes: área externa, entradas e saídas, tela e teclado.

Área externa

Use um pano levemente umedecido com água. Lembre-se de que você deve evitar que água escorra para não atingir componentes internos, então não exagere. Faça movimentos leves.

 

Na hora de limpar a parte de trás da tela, tome cuidado para não fazer pressão, pois o LCD também é sensível nessa parte. Use outro pano, seco, para remover qualquer excesso. Faça isso também com movimentos leves. O touchpad também pode ser limpo com o mesmo pano umedecido.

 

Entradas de componentes e saídas de ar

As entradas de componentes são bem pequenas, e por isso, muitas vezes você pode precisar de um cotonete e de pincel, esfregando com delicadeza para remover a sujeira. Mas atenção: o cotonete deve ser utilizado apenas nas bordas externas. Se utilizá-lo dentro dos contatos, há o risco de enroscar e soltar fiapos. O ar comprimido também é bom para limpar esses locais de difícil acesso. Use-o sempre na posição vertical, direcione o ar e sempre use jatos curtos. Use uma lanterna para melhorar a identificação de sujeiras.

 

 

As saídas de ar geralmente ficam na parte de trás ou na lateral do notebook. Elas merecem atenção especial porque retiram o ar quente de dentro do computador e, com o tempo, são bloqueadas por sujeira.

Não é recomendado utilizar ar comprimido, pois isso pode direcionar a sujeira para dentro do notebook. Uma boa opção pode ser o miniaspirador específico para este fim. Ou então, com um pouco de paciência, passe cotonetes e use um pincel fino na grade até remover toda a sujeira.

 

 

Tela

A limpeza da tela de um notebook é crucial, pois o LCD é muito sensível. Utilize um pano macio e esfregue sem fazer pressão para remover pó e sujeiras maiores. Nunca faça pressão sobre uma tela de LCD.

Mas se o monitor tem marcas de dedo e gordura, o melhor é umedecer levemente o pano com água, ou então usar um produto específico para limpeza de LCD, encontrado com facilidade em lojas de informática. Apenas lembre-se de nunca espirrar o produto diretamente na tela, e sim no pano.

 

Teclado

Em primeiro lugar, não tente remover as teclas como é possível em um teclado de desktop. Comece com um pano levemente umedecido e esfregue com um pouco mais de força para remover excessos. A sujeira se acumula entre as teclas, e é difícil alcançá-las. A melhor dica para limpá-las é utilizar uma lata de ar comprimido. Um pincel fino e de cerdas macias também pode ser utilizado para complementar a limpeza entre as teclas

 

Na falta de ar comprimido, você pode usar miniaspiradores de pó específicos para limpeza de teclados e de notebooks. É possível também utilizar um aspirador comum, mas preste atenção em algumas ressalvas: tenha certeza de que ele não é muito forte e utilize um bico direcionador com cerdas.

Cuidados

A verdade é que um pano levemente umedecido deve resolver todos os seus problemas de sujeira no notebook. Caso ainda sobrem manchas, reveja alguns hábitos e confira se você está tendo pouco cuidado com o uso do seu aparelho. Procure se informar sobre produtos específicos em lojas especializadas. Sempre há alguma opção para limpar definitivamente o seu equipamento.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/1534-dicas-para-limpar-seu-notebook.htm#ixzz1ojYKbE36

 

 

 

Dicas de congelamento!

Congelar carnes

Antes de ir ao freezer, a carne deve estar limpa, com pouca ou nenhuma gordura, e embalada em potes plásticos fechados hermeticamente ou filme plástico. Os pacotes devem conter a quantidade necessária por refeição, porém bifes e costeletas devem, além disso, ser embalados um a um.

As carnes para assados podem ser embrulhadas inteiras. Carne de boi ou vaca permanece por até 12 meses. Carne de porco ou vitela dura até nove meses. O descongelamento pode ser feito passando a carne para a geladeira cinco horas antes do uso para cada meio quilo, duas horas em temperatura ambiente ou no seu forno microondas na função descongelar.

Congelando legumes

Lave bem os legumes em água fria e só use aqueles que não estão maduros para congelar. Alguns necessitam a retirada de pontas ou fios. Devem ser picados em pedaços iguais e colocados numa peneira. Mergulhe-os rapidamente em água fervente e logo em seguida em água fria. Deixe esfriar. Escorra muito bem e embale-os em saquinhos plásticos ou potes fechados hermeticamente, na quantidade de uma refeição. Para consumir legumes congelados não é necessário descongelamento, basta colocá-los numa panela com água e sal e tampar até que fiquem cozidos.

Congelando aves

Para congelar aves no freezer deve ser utilizado filme ou saco plástico. Pode ser congelada cozida ou crua. Quando crua deve ser bem lavada. Em pedaços congela-se um a um com filme plástico e coloca-se no saco plástico a quantidade de uma refeição. Peru e frango duram até 12 meses. Miúdos permanecem por três meses. O fígado não se mistura aos miúdos no congelamento e dura apenas um mês. Patos e gansos duram até seus meses.

Congelamento de massas

Para evitar que ela fique ressecada, quando congeladas prontas e com molho, faça da seguinte forma:

1 – Cozinhe a massa al dente (pois com o descongelamento e aquecimento, a tendência é que amoleça mais), misture com o molho, reservando uma certa quantidade dele, para o processo.

2 – No recipiente, onde será feito o congelamento, coloque um pouco do molho reservado, que será utilizado na confecção do prato e congele um pouco deste, sozinho. Assim que estiver bem congelado, coloque a massa sobre ele, normalmente. Regue com mais molho e leve para congelar, aberto. Depois de bem durinho, feche, date e pronto.
Resultado: Quando o prato for descongelado e aquecido,o molho ficará líquido, umidecendo a massa, evitando o ressecamento. Funciona com qualquer massa.

Por Juliana Lopes

O Aipim não perde o sabor se você lava-lo, descasca-lo e coloca-lo submerso por inteiro na água e depois tampa-lo. Leve a geladeira. Dura aproximadamente 7 dias.

Congelamento de Hortaliças

Tipo

Como Congelar

Como Descongelar

Prazo

Abóbora madura

Descascar, cortar em pedaços e congelar crua. Se preferir, congelar cozida ou em purê.

Em temperatura ambiente ou direto para cozinhar.

10 meses

Abobrinha

Lavar, deixar secar, não descascar, cortar em rodelas, escaldar por 1 minuto.

Direto para o cozimento.

10 meses

Acelga e almeirão

Lavar, secar, picar e escaldar por 2 minutos.

Direto do freezer para o fogão ou em temperatura ambiente.

6 meses

Aipim (mandioca)

Lavar bem, descascar, cortar em pedaços, embalar ainda cru ou cozinhar. Após cozido, resfriar por 3 minutos.

Se armazenado cru, sai direto do freezer para o cozimento.

8 meses

Alho

Inteiro ou picado, besuntado com óleo.

Em temperatura ambiente ou direto no preparo de outros pratos.

6 meses

Alcachofra

Lavar e cozinhar por 7 minutos com suco de limão na água. Resfriar por 3 minutos.

Em temperatura ambiente.

8 meses

Aspargos

Lavar, limpar e escaldar por 2 minutos (talos finos) ou 4 minutos (talos grossos).

Em temperatura ambiente ou direto para cozinhar.

8 meses

Batata

Batatas cozidas escurecem e ficam sem gosto quando congeladas. Pode-se congelar a batata em forma de purê, bolinhos, refogados, sopas, pré-fritas ou fritas como chips ou palha.

Direto para fritar, no forno ou em temperatura ambiente.

Purê: 3 meses; Semi-fritas e fritas: 3 a 6 meses

Batata-doce

Cozinhar 3 minutos, descascar. Usar esse mesmo procedimento para cará ou inhame.

Em temperatura ambiente.

3 meses

Berinjela

Descasque, corte em fatias ou cubos, deixe de molho com água e sal por 10 minutos. Escalde por 3 minutos em água com limão.

Em temperatura ambiente ou direto para cozinhar.

10 meses

Beterraba

Cozida, pronta para servir, inteira ou em fatias.

Em temperatura ambiente.

6 meses

Brócolis

Deixar de molho com água, sal, suco de limão. Escaldar por 3 ou 4 minutos, dependendo da espessura dos talos.

Direto para terminar de cozinhar.

10 meses

Broto de feijão

Lavar, escaldar por 2 minutos.

Não descongelar. Direto para refogar.

6 meses

Cebola

Crua, inteira, descascada, picada. Escaldar por 2 minutos. Em forma de purê.

Não descongelar. Direto para refogar.

6 meses

Cebolinha (cheiro verde)

Lavar. Picar bem. Embalar em pequenas porções ou em fôrmas de gelo com água. Outro processo é secar completamente, colocar em saco plástico e levar para congelar. Depois de dura, amassar bem para quebrar e embalar a vácuo.

Não descongelar. Direto para refogar.

12 meses

Cenoura

Raspe. Escalde 3 a 5 minutos, conforme o tamanho e grossura.

Sai direto do freezer para o fogão, até terminar o cozimento.

10 meses

Chuchu

Descascar, cortar e escaldar 1 a 2 minutos.

Não descongelar. Direto para refogar.

8 meses

Cogumelo (champignon)

Escolher os bem frescos. Cortar os maiores em fatias. Deixar 15 minutos de molho em água com limão. Fritar na manteiga. Embalar com o caldo. Pode-se também fervê-los em água com um pouco de limão por 2 minutos.

Em temperatura ambiente.

3 meses

Couve-manteiga

Cortar em tiras finas. Escaldar por 2 minutos ou congelar crua.

Não descongelar. Direto para refogar.

Cru: 1 mês; Esc.: 6 meses

Couve-flor

Separar os buquês. Deixar de molho em água e sal por 15 minutos. Lavar. Escaldar em água com limão por 3 minutos.

Direto do freezer para o fogão até ficar no ponto.

6 meses

Ervilhas

Crua, debulhada, sem lavar. Se preferir, escaldar por 1 minuto.

Direto do freezer para o fogão até ficar no ponto.

12 meses

Espinafre

Retire as folhas, lave e escalde por 2 minutos.

Não descongelar. Direto para refogar.

10 meses

Milho verde

Grãos: cozidos totalmente ou escaldados por 3 minutos. Congelar com ou sem casca. Espigas: escaldar por 5 minutos.

Não descongelar. Direto para refogar na água quente.

8 a 12 meses

Palmito

Escaldar 3 a 4 minutos na água com limão.

Cozinhar ainda congelado até ficar no ponto.

8 meses

Quiabo

Novo e macio. Lave e remova os talos. Não corte nem quebre. Escalde 2 minutos inteiros.

Em temperatura ambiente.

8 meses

Rabanete

Retire as folhas. Lave, descasque e corte em dois. Escalde por 1 minuto.

Em temperatura ambiente.

3 meses

Repolho (branco e roxo)

Remover as folhas externas. Lavar e cortar em tiras finas. Escaldar 2 minutos ou congelar cru.

Não descongelar. Direto para refogar.

Cru: 1 mês; Esc.: 10 meses

Salsa

Lavar, secar bem, picar.

Não descongelar. Direto para refogar.

12 meses

Tomate

Como suco, purê ou molho.

Não descongelar. Direto para refogar.

12 meses

Vagem

Cortar as extremidades. Retirar os fios. Inteiras ou cortadas. Escaldar por 2 ou 3 minutos.

Não descongelar. Direto para refogar.

10 meses

 

Na hora de fazer seu congelado ou guardar alimentos, lembre-se: batatas cozidas, carne seca, conservas, creme e pudins que levem amido de milho em seu preparo (eles soltam água quando descongelados), gelatina (talha ao ser descongelada) e maionese não devem ser congelados.

Tudo que você precisa saber sobre ovos

1.  Para bater claras em neve mais depressa (Testado) – Antes de bater as claras junte uma pitada de sal.

2.  Guardar gemas – Para guardar sobras de gemas conserve-as numa tigela, totalmente cobertas com água filtrada e na geladeira.

3.  Separar as gemas das claras – É mais fácil separar as gemas das claras quando os ovos estão gelados.

4.  Ovos estrelados – Antes fritar ovos, acrescente um pouco de farinha ao óleo para evitar que ele espirre.

5.  Para que a casca do ovo cozido saia com facilidade (Testado) – Coloque-o debaixo de água fria logo a seguir de o tirar da água quente.

6.  Ovos cozidos I – Se quiser que os ovos cozidos tenham a gema bem no meio da clara, retire-os da geladeira uma hora antes de cozinhar. Depois coloque-os num recipiente com água fria e deixe ferver durante 10 minutos. Retire os ovos da água e coloque-os em água fria durante 5 minutos, para que refresquem antes de serem descascados.

7.  Ovos cozidos II – Para que os ovos cozidos não se tornem secos ou com uma consistência de borracha, devem ser sempre cozidos em temperatura média ou baixa.

8.  Para que o ovo não rebente durante o cozimento (Testado) – Coloque na água duas gotas de vinagre.

9.  Retirar fragmentos de gema, que caíram acidentalmente nas claras – Use a própria casca do ovo, aproximando-a dos fragmentos. Os mesmos serão atraídos para dentro dela, deixando assim as claras limpas.

10.Separar facilmente a clara da gema – Quebre a casca e deposite o conteúdo sobre os dedos entreabertos da sua mão – a gema fica e a clara cai.

11.Ovos estragados ou não? – Coloque-o num copo com água e sal, se boiar jogue fora porque está estragado, e se permanecer no fundo está bom para consumo.

12.Aproveitar maionese talhada – Quando a maionese talhar, inicie o processo outra vez: retire a maionese talhada do copo, coloque um ovo, um pouco mais de sal e vinagre e vá acrescentando a maionese talhada aos poucos. Ela voltará à consistência desejada e você não perderá nada.

13.Ovos quentes e cozidos – Para esquentar ovos, moles, conte o tempo depois da fervura: 3 minutos. Se quiser cozinhar ovos duros, conte 10 minutos a partir da fervura. A água em que cozinhou os ovos, é ótima para regar plantas. Use-a depois de fria.

14.Omeletes mais leves (Testado) – Para a omelete ficar mais leve, não a bata muito, junte uma pitada de açúcar aos ovos, juntamente com uma colher de sopa de leite ou água morna.

15.Cortando ovos cozidos (Testado) – Quando for cortar ovos cozidos sem a máquina especial, mergulhe a faca em água fervente. Assim a gema não vai esfarelar.

16.Na hora de juntar os ovos aos ingredientes de uma receita – Quebre um a um numa xícara à parte. Assim, você evita que um ovo que não esteja fresco estrague o resto.

Dicas de limpeza

1.  Limpar peixe – Ao limpar o peixe, retire as vísceras e lave a parte interna da barriga mergulhando-o rapidamente numa bacia com água e sal. No verão, aconselha-se lavar com água gelada.

2.  Marcas de batom – Raspe o local com uma faca. Depois umedeça um pano limpo com solvente para limpeza a seco e esfregue a mancha.

3.  Utilize sempre vinagre (Testado) – O vinagre é o melhor anti-bactericida que existe. Você pode limpar vários eletrodomésticos, como geladeira e máquina de lavar louças.

4.  Para limpar panelas queimadas – Para tirar o queimado do fundo da panela, ferver um pouco de água misturada com bicarbonato de sódio dentro da própria panela.

5.  Tabuleiros de forno sujos (Testado) – Limpe rapidamente com um pano ou um pedaço de papel e, se a sujeira já estiver seca, aqueça ligeiramente o tabuleiro para a carbonizar. Nunca utilize produtos abrasivos, para não riscar o revestimento do tabuleiro.

6.  Manchas de gordura em tecidos (Testado) – Para retirar manchas de gordura de tecidos coloque talco, espere um tempo e escove. Ou coloque a mancha entre papel grosso e passe com o ferro quente.

7.  Manchas de gordura (Testado) – Para tirar manchas de gordura você precisa limpar a parte manchada com detergente de lavar louça ou lavar com sabonete a parte engordurada.

8.  Manteiga (ou outra gordura) no sofá – Elimine os resíduos de gordura com talco e, se não resultar, tente de novo com um pano umedecido em água com amoníaco.

9.  Panelas com cheiro – Para tirar o cheiro forte que ficou na panela onde cozinhou o peixe, ferva na panela água com folhas de chá já usadas.

10. Cheiros fortes na geladeira – Para tirar cheiros fortes da geladeira, utilize cascas de ovos, pois por serem porosas, as cascas absorvem com facilidade os cheiros.

11. Mau cheiro na geladeira – Coloque dentro da geladeira uma vasilha cheia de leite. O cheiro desaparece.

12. Limpar geladeira vasilhames de plástico – Para tirar o cheiro forte na geladeira ou de vasilhames de plástico, lave-os com bicarbonato de sódio diluído num pouco de água. No caso dos vasilhames, deixe-os mergulhados nessa solução durante algum tempo.

13. Eliminar gordura ou sabor a ranço no filtro das cafeteiras – Coloque sal e depois água fervendo.

14. Plástico derretido na torradeira ou em outro eletrodoméstico – Use gasolina para isqueiro ou acetona.

15. Cheiro de alho nas mãos I  (Testado) – Após descascar os alhos, passe sal grosso pelas mãos (ainda sem molhar), em seguida lave as mãos normalmente ou esfregue algo inox em suas mãos.

16. Cheiro de alho nas mãos II – Para tirar o cheiro do alho das mãos coloque os dedos debaixo de uma torneira com um fio de água mexendo numa faca inox.

17. Cheiro de alho nas mãos III – Esfregue as mãos com pó de café (fresco, usado ou mesmo café solúvel) e lave-as em seguida normalmente.

18. Cheiro de alho nas mãos IV – Lave as mãos com limão, e em seguida lave-as normalmente.

19. Cheiro de alho nas mãos V – Para tirar o cheiro do alho das mãos, basta deixá-las aproximadamente 1 minuto debaixo da água corrente, sem esfregá-las. Depois, seque delicadamente com um pano seco.

20. Cheiro de alho nas mãos VI – Para tirar o cheiro a alho das mãos, experimente lavá-las esfregando folhas de salsinha.

21. Cheiro de bacalhau nas mãos (Testado) – Para eliminar o cheiro de bacalhau das mãos esfregue gotas de vinagre ou de limão. Depois passe as mãos na água morna.

22. Cheiro de sardinha assada nas mãos – Esfregue as mãos com vinho tinto e em seguida lave-as com água morna e sabão.

23. Talheres de prata sujos de ovo – Para tirar os vestígios de ovo dos talheres de prata, esfregue-os com batata cozida ou com metade de um limão.

24. Acabar com cheiro de fritura – Acrescente um ramo de salsa logo que o óleo comece a aquecer.

25. Mau cheiro em casa I (Testado) – Asse cascas de laranja ou de limão. Em pouco tempo terá um ambiente perfumado.

26. Mau cheiro em casa II – Suspenda uma esponja molhada numa divisão da casa, pois esta encarrega-se de absorver os cheiros indesejados.

27. Geladeira com cheiros – Coloque dentro dela um pires com pó de café.

28. Tirar mancha da pia (Testado) – Para as pias de aço inoxidável tire as manchas passando um pano com álcool.

29. Inox mais brilhoso (Testado) – Para o inox, inclusive tampo de fogâo e pias ficar mais brilhoso lave com sabão em pó.

30. Eliminar moscas na cozinha – Coloque um vaso com água e ramos de manjericão.

Dicas diversas

1.  Banho-maria
Para que a temperatura fique mais elevada, coloque na água um pouco de bicarbonato de sódio.

2.  Suflê que não “murcha”
Para que o suflê não murche, certifique-se que o forno está bem quente antes de colocar o preparado e não abra o forno antes de estar pronto.

3.  Conservar pão
Guarde-o num local seco dentro de um saco de tecido leve e arejado. Você poderá conservar ainda por mais tempo se colocar também dentro do saco um talo de aipo ou uma batata crua com casca (depois de muito bem lavada e seca).

4.  Aproveitando sobras de pão
Guarde as sobras de pão para acompanhar sopas e saladas. Corte-as em cubinhos e frite em alho e óleo, salpicando sal. Ponha-os para secar num papel absorvente e guarde em um recipiente bem fechado.

5.  Quando o forno está aquecido demais
Ponha uma panela de ferro com água fria dentro do forno.

6.  Leia toda a receita
Nunca comece a fazer um prato sem, antes, ler a receita até o fim. Siga as instruções à risca, sem esquecer o tempo estipulado para o preparo.

7.  Escolha o recipiente certo
Panela ou fôrma muito pequenas dão prejuízo pois derramam a comida. Grandes, prejudicam a consistência ou aparência. Use o tamanho indicado ou veja a que melhor se adapta às quantidades indicadas.

8.  Meça com cuidado
Siga as medidas meticulosamente.

9.  Não substitua ingredientes
Temperos e especiarias podem mudar, à gosto de cada um. Mas não mude os ingredientes importantes, nem as quantidades de farinha, açúcar, líquidos ou gordura.

10.  Ingredientes à mão
Tenha todos os ingredientes à mão. Suspender a preparação para procurar determinado componente pode prejudicar o prato.

11.  Não experimente com visitas
Receita nova se experimenta em família.

12.  Não esqueça de experimentar a comida
Não deixe de experimentar o prato durante ou após o seu preparo. Nada mais desagradável que perceber, depois de tê-lo servido, que o prato ficou sem sal.

13.  Duplicar a receita
Evite duplicar ou dividir uma receita. As quantidades foram previstas e, se alteradas, podem modificar o resultado final. Se precisar, faça duas vezes a mesma receita.

14.  Cozinhar sem perder nutrientes
Os legumes devem ser cozidos, de preferência com casca para conservarem suas vitaminas.

15.  Azeitonas nos recheios
As azeitonas só devem ser colocadas nos recheios por último, pois, se ferverem muito, deixarão um sabor amargo.

16.  Formigas em casa?
Se tiver formigas em casa, guarde o açucareiro em cima da geladeira, pois as formigas fogem do frio.

17.  Para espantar as formigas da cozinha
Espalhe um pouco de sal ou talco nos cantos onde elas aparecem. Você pode usar, também, cascas de pepino.

18.  Cristais sem brilho (Testado)
Depois de lavados e secos, mergulhe-os no álcool e deixe-os secar naturalmente.

19.  Para abrir a garrafa de vinho sem abridor
Faça água quente correr pelo gargalo da garrafa. O calor expande o vidro, fazendo com que a rolha pule fora.

20.  Para que o azeite não fique rançoso
Coloque um pouco de açúcar no recipiente em que ele é guardado.

21.  Para obter um excelente adubo para as suas plantas
Bata no liquidificador as cascas das batatas.

22.  Temperatura do óleo (Testado)
Jogue um palito de fósforo no óleo, quando ele acender é porque o óleo está pronto para a fritura.